BrasilVida Cristã

Igreja ajuda ribeirinhos prejudicados pelo fogo no Pantanal

Mais de duas toneladas de alimentos arrecadados já foram distribuídas para as famílias da região.

Fiéis da Igreja Batista Poconé, do Mato Grosso, decidiram se envolver em um projeto para ajudar os bombeiros, oficiais da marinha e brigadistas no combate aos incêndios do Pantanal. A igreja também está ajudando moradores das comunidades ribeirinhas com alimentos, produtos de higiene pessoal e outros materiais.

O projeto foi idealizado pelo pastor Samuel Santos, líder da igreja, que desde 12 de agosto tem promovido diversas ações, incluindo a venda de pratos prontos de comida para arrecadar dinheiro a fim de pagar os custos da lavanderia responsável por lavar, passar e embalar as roupas dos agentes que combatem o fogo na região.

“Nós não podemos ir ao Pantanal apagar os focos de incêndio, mas nós podemos fazer alguma outra coisa e assim veio a ideia de lavar as fardas desses combatentes”, afirma.

Segundo a TV Centro América, eles também estão arrecadando materiais para ajudar no conserto das casas das famílias pantaneiras prejudicadas com o fogo que já dura dois meses.

O pastor e os membros da denominação evangélica também fazem visitas às famílias, entregando os produtos para aqueles que precisam.  Eles já distribuíram mais de duas toneladas de alimentos arrecadados que foram entregues as famílias.

“É um momento oportuno, de alegria do nosso coração em poder ser útil em meio a essa situação tão triste. O nosso Pantanal é tão rico e precisamos ajudar”, afirma o pastor.

Solidariedade

Durante a pandemia causada pelo coronavírus, a marca da Igreja no Brasil e em todo o mundo tem sido a solidariedade, já que os líderes se envolveram ainda mais em projetos sociais, visando oferecer ajuda para aqueles que precisam.

Além das ações individuais, parceria entre Igreja e Estado possibilitou que comunidades atingidas pela crise fossem alcançadas, já que as igrejas evangélicas atuam nos mais longínquos rincões. O governo federal chegou a agradecer pelo apoio das igrejas.

Publicidade
Mostrar mais
%d blogueiros gostam disto: