BrasilVida Cristã

Malafaia rebate acusação de jornalista do O Globo

Pastor foi acusado de usar proximidade com o presidente Jair Bolsonaro.

Pastor foi acusado de usar proximidade com o presidente Jair Bolsonaro.

O pastor Silas Malafaia, presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC), rebateu nesta quarta-feira (14) a acusação feita pelo jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo. Jardim acusou Malafaia de se vangloriar da intimidade que tem com o presidente Jair Bolsonaro.

Com uma matéria publicada com o título “No Le Monde, Malafaia se vangloria de sua intimidade com Bolsonaro“, Lauro Jardim sugeriu que o pastor estaria usando sua proximidade com Jair Bolsonaro e que o líder evangélico é conhecido por “teses radicais” e “imensa fortuna”.

Lauro Jardim comentou o perfil de   no Le Monde, destacando que usaram o título “o pastor de Bolsonaro” e o subtítulo “um dos líderes evangélicos mais famosos do Brasil”. “Na reportagem, Malafaia se vangloria de sua intimidade com Jair Bolsonaro”, acusou.

Ao rebater a acusação, Malafaia afirmou que Jardim é mentiroso e preconceituoso, afirmando que o considerava um jornalista “ávido por notícias em 1ª mão”, mas agora estaria entrando para “aquela corja de jornalistas mentirosos”. Ele disse que Jardim estava sendo preconceituoso por ele ser pastor.

“Lauro Jardim! Até aqui eu considerava você como um jornalista ávido por notícias em 1ª mão, e acertou muitas delas. Agora, você entra para aquela corja de jornalistas mentirosos, preconceituosos em relação a pastores evangélicos. Você não passa de um inescrupuloso”, escreveu Malafaia.

Publicidade
Mostrar mais
%d blogueiros gostam disto: